17 fevereiro 2016

Chico Xavier Nega Profecia de 2019


Em mensagem mediúnica, Chico Xavier desmente a profecia de que o mundo acaba em 2019.
ver mais

08 fevereiro 2016

Contrariedade e Evolução

Somos diariamente bombardeados por notícias pessimistas, atos menos felizes de nossos irmãos de jornada, embustes e opiniões contrárias à nossa. Há, também, o exagero no volume dos aparelhos de som de nossos vizinhos. Consequência: nossas defesas interiores ficam corroídas e, com isso, sentimo-nos extremamente irritados, perdendo o poder de concentração em nossos afazeres. 

Tomando consciência dessa situação, perguntemos: que meios o Pai Celestial me colocou nas mãos para eu vencer esses obstáculos? Como passarmos ilesos por essas dificuldades que, segundo as instruções dos Espíritos, devem aumentar à medida que caminhamos para o fim? O projeto de evolução obriga-nos a deixar o velho, a fim de que o novo penetre em nosso ser. Paulo dizia que quando era criança, falava como criança, pensava como criança e raciocinava como criança. Quando se tornou adulto deixou para trás as coisas de criança. 

Lembremo-nos dos ensinamentos de Jesus sobre o "estar no mundo sem ser do mundo". Os acontecimentos são o que são. Queremos que fossem diferentes, mas o mundo é o mundo e as pessoas são as pessoas, cada qual no seu estado próprio de evolução. Quer dizer, o fato de nos sentirmos impotentes ante as ações más de nossos irmãos de jornada, como o roubo, o crime, o gosto pelas coisas superficiais, não deve alterar o nosso equilíbrio mental e espiritual.  

Quando as dificuldades começam a se tornar ingovernáveis, pensemos no Universo que, apesar da escuridão, mostra a harmonia de seus astros, de seus planetas e de suas estrelas. Podemos também fazer uma associação com o relógio, que segue o seu ritmo normal apesar das tempestades, dos raios e dos trovões. Ainda: saibamos sofrer e, se soubermos sofrer, sofreremos menos. 

Não devemos impor aos outros o nosso modo de pensar. Se não tivermos responsabilidade direta sobre determinados assuntos, emitamos a nossa opinião e deixemos as que coisas tomem o  seu devido curso. Lembremo-nos da filosofia taoísta que prega o auxilio ao processo de crescimento do outro, mas sem se intrometer em sua execução. Não queiramos que as coisas sejam desta ou da quela maneira. Aceitemos como são.  

Bons Espíritos, encaminhem os nossos pensamentos para a prática do bem, apesar de nossa fraqueza. Que consigamos sair vencedores no meio da confusão ao nosso derredor.  


ver mais